segunda-feira, 19 de setembro de 2016

CONHECENDO DE DENTRO

Antigamente aqui no Capão eram poucas as gestantes que faziam pré-natal. Quando encontrava alguma mulher pejada lhe pedia que fosse à consulta, mas a maioria não dava a importância que hoje elas mesmas dão ao acompanhamento da gestação. Quando do advento dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) esta situação mudou imediatamente. Aqui no Vale, as agentes, mesmo antes de termos um posto da Estratégia de Saúde da Família, partilhavam comigo e eu com elas, os cuidados com a população. Eu atendia com Marilza Néry (técnica de enfermagem) no ambulatório gratuito que Lothlorien – Centro de Cura e Crescimento – mantinha na comunidade e as ACS ali me encontravam para partilhar seus achados.

As mulheres avisadas da necessidade do acompanhamento pelas ACS passaram a comparecer em peso e hoje, com a Unidade de Saúde da Família de Caeté-Açu, temos praticamente 100% das gestantes sendo acompanhadas, ficando os furos por conta da população flutuante que é bem grande.
Voltando a antigamente, cada mulher que me chamava para acompanhar o parto era uma incógnita, o que não era confortável. Vínculo havia, pois que a população daqui me recebeu com alegria e hospitalidade e logo fui considerado como gente local de modo que conhecia todo mundo e era também conhecido e até íntimo de todos, mas como não havia acompanhado faltava a compreensão, ou seja, a preensão dos detalhes da personalidade daquela pessoa que eu ia acompanhar, o que causava às vezes alguma apreensão. Por sorte as comadres me alertavam quanto a determinados aspectos de modo que isso me guiava em muito. Hoje isso mudou, com poucas exceções sabemos a cada um o seu jeito.

No início era eu só, depois descobri Marilza e isso foi uma riqueza, agora faço parte de uma equipe, o que é a glória! Agora as ACS me dizem dos sofrimentos e alegrias da gente daqui, a enfermeira me indica caminhos para o cuidado, a equipe de saúde bucal partilha suas descobertas e dificuldades, e, como se não bastasse, a técnica administrativa e a auxiliar de serviços gerais me fazem sentir mais ainda dentro das casas das pessoas. O que ocorre é que a maior parte da equipe é nascida e criada aqui – grande trunfo da Estratégia – e, portanto, conhecem de dentro as lendas e as atualidades de cada família.

Como sorte pouca é bobagem, ainda conto com duas enfermeiras obstetras morando no Vale (Natália, minha chefa imediata, pois é coordenadora do posto e Mariane, que já atuou como voluntária e substitui a chefe quando esta se ausenta), e que fazem parte do grupo PARIR que lida com parto domiciliar planejado, como são todos os atuais partos domiciliares daqui.

Os tempos mudaram, e para melhor, assim eu vejo. Está bem que perdemos uma certa inocência (que nem sei se era inocente mesmo, ou se era sofrimento e pobreza), está bem que o mundo “lá de fora” (como se fosse possível “lá fora”) se imiscui intenso mudando coisas que melhor seria não mudassem, mas trazendo também mudanças que melhor são que certos costumes arraigados e moribundos do passado...

Bom, amanhã, segunda-feira, vou ao posto trabalhar. Desafios a cada atendimento – ainda bem que conto com tanta gente ao meu redor! Ganhei isso como um prêmio no correr dos anos, essa chance de ver por dentro à comunidade. Grato gasto essa riqueza que não desgasta com o uso, recria-se melhor a cada dia.

Em 18 de setembro de 2016, receba um abraço USF de Aureo Augusto.


Um comentário:

  1. The vast majority of top-rated websites now provide 24/7 buyer support by way of stay chat features. It is less widespread search out|to search out} telephone support and usually it comes with restricted hours of operation, however it’s an awesome choice to have. The high casinos provide the same experience on a desktop or a cellular system. That would possibly imply downloading a devoted app or enjoying in} on a 점보카지노 totally optimized web site within a cellular browser.

    ResponderExcluir